22 Anos ; Livros, Séries, Filmes & Músicas - : Contacto: culturadeescape@gmail.com


25 janeiro 2017

Intertextos em Assassin's Creed

Ficha técnica:

Título: Assassin's Creed
Ano Produção & Estreia: 2017
Direção: Justin Kurzel
Duração: 115 minutos
Género: Ação ; Aventura ; Fantasia ;
País de Origem: Estados Unidos da América
Classificação: ★★★★☆
 
Sinopse:
           Por meio de uma tecnologia revolucionária que destrava suas memórias genéticas, Callum Lynch (Michael Fassbender) experimenta as aventuras de seu ancestral, Aguilar, na Espanha do século XV. Callum descobre que é descendente de uma misteriosa sociedade secreta, os Assassinos, e acumula conhecimentos e habilidades incríveis para enfrentar a organização opressiva e poderosa dos Templários nos dias de hoje.
Opinião:
           Assassin's Creed vem retratar um pouco do universo de guerra na era dos templários. Recorrendo ao uso de uma máquina que permitia o ser humano integrar-se num individuo ancestral, o filme reflete para as memórias de Aguilar na era dos templários. Tais memórias são obtidas por intermediário de Lynch no ano de 2016, o descendente da sociedade secreta dos Assassinos e servem para ir ao encontro da esfera que eliminará toda e qualquer violência no mundo. 
           Apropriando-se de uma narrativa com recurso a uma ação constante, o filme explora o assassínio sem piedade, a morte da mãe do protagonista e também o sacrifício de diversos "assassinos" para a permanência e continuidade do Credo que consideravam real. Todos nascemos, crescemos, envelhecemos e morremos, e o nosso objetivo é deixar um testemunho de vida, fazer passar memórias da identidade de um povo.
           Recorrendo a intertextos históricos como a era dos templários e a existência de Cristóvão Colombo, o filme faz-nos refletir para o quão pequeno pode parecer o mundo quando entrecruzamos memórias de sociedades antigas. O menos provável é invisível aos olhos da maioria dos espectadores e este filme retrata bem isso. Com gráficos e efeitos magníficos o filme peca um pouca pelas transições de acontecimentos, porém não há que tirar a credibilidade ao filme.
 

5 comentários:

  1. Já fui ver! Gostei bastante :) estou para ver o II! :P

    ResponderEliminar
  2. Nunca vi, mas gostei do que aqui li =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Bom dia, não conhecia, o texto informativo despertou interesse.
    AG

    ResponderEliminar