22 Anos ; Livros, Séries, Filmes & Músicas - : Contacto: culturadeescape@gmail.com


31 outubro 2016

Sugestão Literária



Título: Contos Fantasmas
Autoria: H.G. Wells, Lord Dunsany, Robert Louis Stevenson, Virginia Woolf
Tradução: Vários
Capa: Paperback
Editora: Rosto Editora
Colecção: Biblioteca de Verão JN #12
Ano de edição: 2011
Páginas: 63
Idioma: Português
ISBN: 9789898520180




Visões ilusórias criadas pela imaginação de expoentes da literatura universal.
 
Para os fanáticos por literatura e por livros, deixo-vos cá uma ótima sugestão de leitura para uma noite de Halloween, cuja vai de acordo com a época. O livro nos mostra 4 contos de diferentes atores onde a temática fantasmagórica é evidente (O Fantasma Inexperiente, de H.G.Wells / Os Fantasmas, de Lord Dunsany / A Mulher do Pescoço Torcido, de Robert Louis Stevenson / Uma Casa Assombrada, de Virginia Woolf). Com uma leitura simples e acessível a todos, o livro promete assustar tenuemente todos os possíveis leitores, mas não de forma tão dramática. Cada conto tem a sua peculiaridade e fará todas as pessoas navegar por cada tipo de escrita, bem como entrar no universo do conto, um estilo literário não muito apreciado atualmente. Esta foi uma grande iniciativa do Jornal de Notícias, pois permitiu a todos os interessados adquirir uma dessas obras por um preço relativamente acessível, e promover a literatura nacional e internacional.

30 outubro 2016

Valoriza.

 
A vida é uma grande caixa de surpresas que nos prega partidas quando menos esperamos. É uma caixa que guarda muito do pouco que nos lembramos, visto que insistimos em apagar tudo aquilo que de certo modo nos fez crescer enquanto pessoas. Por isso é que o ser humano é um 'animal' tão estranho, ao tomar as coisas como garantidas, como eternas, até o momento é que é confrontado com a realidade. Essa realidade que é mais óbvia do que parece ser, é a lei universal da vida -Tudo o que nasce, cresce, murcha e morre - mas nada se perde, tudo se transforma, ou seja, há que valorizar o que temos enquanto ainda está por perto, porque depois só ficam as saudades que muitas das vezes nem o tempo cura.

29 outubro 2016

Cultura Poética - Mar


Mar, que corre,
mergulha e penetra
queima com dor
a pele humildemente fria.
 
Escorre, abana,
Salta e percorre,
entra com enorme calma
neste espaço que te acolhe.
 
Infiltra, integra
esvoaça e desliza 
nesta gigante pedra
que paixão simboliza.
 
Sobe e desce,
com plena emoção,
Dignamente cresce
neste pequeno coração.
 
Sonhei, vivi e cresci
E com um sorriso feliz 
Ao amor me entreguei.
 
oh mar, afinal és azul
mais azul que o brilho do meu olhar
que beijou teus olhos
numa noite de luar.
 
Finalmente fiz,
aquilo que prometi
um dia realizar.

28 outubro 2016

Daily Quote

 
Há dias alegres, manhãs tristes, noites de análise, madrugadas simples. Há meses de sonho, anos de trabalho, semanas de terror, fins-de-semana de amor. Há dias que não passam na mente, mas o calendário tende a acrescentar. Há dias que não são dias. Ainda há dias, e isso já é bom o suficiente.

26 outubro 2016

Cultura Filmológica - WORLD TRADE CENTER

Ficha técnica:

Título: World Trade Center
Ano Produção & Estreia: 2006
Direção: Oliver Stone
Duração: 129 minutos
Género: Drama ; História
País de Origem: Estados Unidos da América
Classificação: ★★★★
Sinopse:
11 de setembro de 2001. Will Jimeno (Michael Pena), integrante do Departamento da Polícia Portuária, parte para mais um dia de trabalho. O sargento John McLoughlin (Nicolas Cage), veterano do Departamento, já estava acordado há algumas horas, em decorrência de sua ronda diária de uma hora e meia até a cidade. Jimeno, McLoughlin e seus colegas partem para o centro de Manhattan, como se fosse um dia qualquer. Até que um ataque terrorista ao World Trade Center muda completamente a situação, fazendo com que toda a equipe do Departamento seja convocada com urgência ao local do ataque. A 1ª equipe a entrar na torre não-atingida é composta por 5 homens, entre eles Jimeno e McLoughlin. Porém enquanto eles estão dentro do prédio, tentando ajudar os sobreviventes da torre em chamas, um 2º ataque terrorista atinge o World Trade Center, exatamente no prédio que ainda não tinha sido atingido.
Opinião:
Este é sem dúvida alguma um filme que retrata um acontecimento que afetou de forma indireta o mundo inteiro. O filme vem retratar um ataque terrorista que matou milhares de pessoas de diferentes nacionalidades ao atingir as Torres Gémeas do World Trade Center, comovedor e visivelmente abordado pelos meios de comunicação mundiais. Este filme vem testemunhar este facto histórico que não fica indiferente a ninguém, afetando a vida dos norte americanos e tornando-se marco importante na história mundial. Inicialmente com a ação propriamente dita, o filme perde um bocado da tenção inical ao tomar o principio de fixar-se em duas pessoas e nas suas famílias, deixando de lado muitos outros aspetos que deveriam ser abordados. De qualquer das formas esta obra de arte expõe com fervor o sentimento familiar de desespero , ânsia e paz final através do reencontro com o familiar perdido nos escombros. É algo que nos faz refletir e pode conseguir emocionar os mais susceptiveis.
Recomendo vivamente, porque conhecer a realidade mundial com um filme baseado nesses fatos ajuda a compreender melhor tudo o que se passou e como é que se passou.

25 outubro 2016

Feel The Music



Apesar de já ser fã da artista pela sua qualidade vocal, o álbum Joanne surpreendeu-me pela positiva por não ser apenas pop mas também demonstrar um amadurecimento da cantora. Após dois álbuns (Cheek to Cheek /w Tony Bennett & ARTPOP) cujos não obtiveram o destaque e sucesso que deviam, Lady Gaga retorna melhor que antes, para surpreender o público e deixar o flop do seu álbum solo anterior para trás das costas. Million Reasons é daquelas músicas para ouvir-se durante o dia todo sem nos aborrecermos devido a sua harmonia e mudança de tons. Esta é daquelas músicas que estará na minha playlist durante os próximos meses.

Plataforma Blogs de Portugal

A plataforma de Blogs de Portugal é um serviço grátis de fácil acesso e uso, disponível para todos os utilizadores, quer sejam leitores, quer sejam bloggers. Relativamente fácil, a plataforma é um importante mecanismo para a blogosfera, no qual há o contacto entre leitores, bloggers e parcerias, contribuindo para o crescimento de blogs com grande conteúdo, mas que tinham pouca visibilidade.
A plataforma permite de igual modo o acesso a campanhas que permitem ganhar prémios através de uma simples candidatura.
Para além do serviço grátis, tens ainda disponível o serviço Premium, que pode ir desde os 2,99 euros até os 14,99 euros, como podes observar na imagem abaixo anexada.
Mais acerca do serviço:
  • Possibilidade de privar estatísticas dos teus blogues
  • Possibilidade de ter novos modelos de widget no teu blog de modo invisível
  • Badge Premium em todos os teus blogues e respetivos perfis
  • Os teus blogues têm a maiores oportunidades de serem promovidos nas listagens de blogues por categoria, na homepage e nas páginas dos blogues no Blogs de Portugal, entre outras possibilidades.
Para mais informações acedam à plataforma e fiquem a conhecer este serviço muito importante para a comunidade blogueira. - http://blogsportugal.com/

24 outubro 2016

OPINIÃO: Saki - A Tela Humana

Detalhes da Obra:
Título: A tela Humana | Autoria: Saki| Tradução: Isabel Cisneiros | Capa: Mole | Editora: Bibliotex | Colecção: Biblioteca de Verão Diário de Notícias #3 | Ano de edição: 2000 | Páginas: 96 | Idioma: Português| ISBN: 84-8130-222-8


Sinopse:


           Saki, o nome do copeiro no "Ruba'iyat" de Omar Khayyam, é o pseudónimo do escritor inglês H. H. Munro. Nascido na Birmânia, Saki tornou-se famoso pela sua extraordinária técnica de conto, género literário de que é um dos grandes mestres, tendo fascinado gerações de leitores em todo o mundo.
           Os contos esta antologia demarcam o importante lugar ocupado do escritor na literatura mundial. Todos eles são pequenas obras primas que não deixarão de surpreender e intrigar o leitor nem abandonarão facilmente a sua memória, pelos desconcertantes, imprevistos e convincentes ambientes em que nos fazem mergulhar.
Manuel de Seabra

Opinião:


           Com uma série de contos relativamente surpreendentes, Saki vem expor com precisão histórias inquietantes com finais inesperados. Através de uma constante inserção de espíritos, lobisomens, possessões , a obra traduz diversos ensinamentos não limitando-se apenas de chocar e assustar o leitor com inúmeros finais inesperados (mas igualmente surpreendentes). Há uma espécie de suspense revertido, visto que o escritor cria atalhos para um final que não é o esperado.
           Saki traz-nos de igual modo uma perspetiva oposta à de diversos escritores, na qual atribui finais mais intrigantes a contos que fogem dos padrões socialmente aceites. Nem tudo é o que parece ser, o escritor prova o contrario através de textos no qual o individuo pensa demasiado em algo que é bem óbvio. Numa perspetiva naturalista apresenta-nos a ideia de que os homens acham-se donos de tudo, mas na verdade a floresta pode e as vezes é liderada pelos lobos.


Desta obra  é possível retirar diversos ensinamentos tais como : 
  1. Quem acredita no que ouve, vê.
  2. O feitiço se vira contra o feiticeiro.
  3. Por vezes há que recorrer a meios para chegar aos fins esperados
  4. Não julge um livro pela sua capa - Mas neste caso em especifico : as vezes é melhor julgar porque podemos estar corretos - teoria do reverso proverbial.

23 outubro 2016

Já não dá.


Já não dá para concertar, reconstruir, já não dá para criar do zero o que já estava no auge, já não dá mais, já nada faz sentido, já não consigo, não vale a pena, não recompensa, não sei se aguento. Isto aperta de mais, puxa e repuxa o meu coração e em cada facada sinto-me mais fraco, mais vulnerável, e em cada pico que encaixa e desencaixa, uma dor, uma lágrima, um adeus. O mundo desaba a cada dia que passa, o solo está ficando escasso e um dia não sei em que mais posso me segurar.

22 outubro 2016

Há esse mar

há esse mar,
mar perdido,
escondido.
 
há esse mar que me aquece,
apetece,
te beijar.
 
há esse mar,
tão longe,
tão perto,
cá dentro.
 
há esse mar,
que sai, cai e vai,
para longe,
bem longe de alguém.
 
ah mar,
quero-te perto,
quero-te bem,
só disso sei,
só isso espero.
 
oh, mar!
que bem estás.

21 outubro 2016

Deixa

Deixa estalar, deixa quebrar , cada vértebra e costela deste simples corpo. Deixa queimar a carne , deixa arrefecer o corpo, deixa que desvaneça nas cinzas a alma humilde de um corpo que desaparece. Deixa ficar , deixa fugir, simplesmente deixa ir , porque regressar essa alma já não volta.

19 outubro 2016

São palavras


Existem palavras que nos mudam, criam e recriam panoramas que nos fazem refletir para a complexidade e efemeridade da vida. Existem palavras que nos desenvolvem, incitam conhecimento, explorando o mais ínfimo músculo cerebral. Existem palavras que nos remontam ao passado, remoem o presente e prejudicam o futuro. Existem palavras que criam, existem palavras que acabam.

One



(EN) Translation: black is the thought
that in eternal torment,
afflicted with pain,the splendor
 of a great love.

18 outubro 2016

*

Apenas restaram as humildes cinzas da tua memória, aquelas ríspidas facadas que o vento leva mas a mente recupera.

15 outubro 2016

Autumn


the leafs are falling down,
my heart is freaking out,
my head is filling up,
'cause autumn is coming on.

the trees are naked now,
mountains turning brown,
It's time to get a coat,
'cause my arms are freezing out.

Blew me up,
warm me now,
i feel the autumn ,
So near me now.